Boletim Sementes de Paz

Edição #12 - fevereiro 2019

Explorando os ensinamentos de

Joseph Rael, Beautiful Painted Arrow

Presentes de oportunidade

por Stella Longland

 

 

                                                               Quando Joseph dá um Ensinamento, este vem cheio até a borda de

                                                       potencial e se o Ensinamento ressoa com a pessoa que o recebe, uma

                                                       transformação acontecerá, inspirando-o e despertando seu potencial.

                                                       Então, cabe ao receptor plantar esse Ensinamento em sua experiência e

                                                       ajudá-lo a crescer.

 

                                                                Sem ar fresco, terra rica e água fresca, uma planta não crescerá.                                                                   Crescer é movimento, e o movimento é essencial porque, na nossa

                                                       realidade, sem movimento nada acontece e isso não é compatível com o

                                                       estar vivo. Os alunos então se permitem, junto com seu Professor, a soprar                                                         o pó e a regar os Ensinamentos com inspiração, à medida que o tempo                                                                 passa.

 

        Na história que Joseph conta sobre seus Avós cruzando os mundos, há um Ensinamento sobre a jornada de toda a Vida e nosso lugar nela.

 

        "Eu os vi andar através de um muro   para um campo florido. Pegaram

uma flor e voltaram e eu fiquei muito impressionado. Perguntei-lhes: "Vocês

acham que eu poderia fazer isso?" Um deles me disse: "Você não quer fazer

isso, você quer fazer algo diferente. Eu já fiz isso, portanto, qualquer um pode

fazer isso ”, o que significa que os aldeões ou quem mais quisesse poderiam

fazê-lo. "Você não precisa mais disso. O que você precisa fazer é algo que eu

não fiz, algo que ninguém fez, porque a ideia é aumentar o nível de conheci-

mento, elevar o nível de consciência ”.

(o liro House of Shattering Light, Vida como um índio americano místico p.178)

 

O avô Joseph nos encoraja a trabalhar em nossa consciência e assim, quer eu tenha

ouvido, lido, sonhado, visionado, ou apenas inventado, tenho certeza de que os

ensinamentos dele nos encorajam a pensar e a sentir por nós mesmos, a examinar

suposições e reavaliar nossos hábitos culturais. Aqui está uma oportunidade para

abrir novos caminhos.

 

                                                               Depois de felizmente abraçar o desafio de encontrar novas maneiras                                                               de ser, ou, talvez, de redescobrir coisas antigas, logo percebi que o                                                                       trabalho de remover coisas inúteis dos meus padrões de pensamento, do                                                             meu modo de falar e das minhas respostas automáticas seria uma tarefa                                                             alucinante!

 

                                                               Interpretações de metáforas de longa data estão profundamente                                                                      enraizadas; Tomemos como exemplo a suposição amplamente aceita de                                                              que "superior" é intrinsecamente melhor do que "inferior" quando,                                                                        basicamente, são palavras, sem qualquer julgamento de valor, que                                                                        indicam uma posição relativa no espaço.

 

                                                               Como resultado dessas auto-renovações que continuam acontecendo,                                                             vejo que preciso falar mais devagar e pensar com mais cuidado sobre como digo as coisas. Em um mundo rápido, as pessoas raramente se dão tempo para pensar que a pressão para falar imediatamente leva a palavras cada vez menos inspiradas e mais e mais clichês.

 

        Eu sei que esta limpeza pessoal irá transformar a minha vibração, permitindo-me avançar na compreensão do que a Paz Mundial pode ser. Cantar, criar cerimônias, retardar o tempo para refletir e depois falar com significado, são todos os presentes preciosos que recebi de Beautiful Painted Arrow, Joseph Rael, para me ajudar nessa tarefa.

 

        Há mais, muitos mais. Alguns são reavaliações de metáforas milenares, que Joseph, seguindo o conselho de seu avô de fazer algo novo, reinterpreta, enchendo-as com novas inspirações que são úteis para o nosso tempo.

 

        Aqui está um exemplo:

        "A razão pela qual às vezes somos malsucedidos na vida, ou pensamos que somos, é porque evitamos cair. Precisamos aprender a cair graciosamente. Evitamos cair, não percebendo que, se nos permitíssemos cair, colheríamos nosso maior potencial.

(do livro Som, Ensinamentos Nativos e Arte Visionária, p. 185)

 

Lendo isso, posso repousar a interpretação secular da história bíblica

da Queda: que nascemos pecadores e estamos fadados a permanecer

assim. Nas mãos amorosas de Joseph, não há negativos e, para mim,

desapareceu o espectro de uma força independente do mal.

O conceito de dualidade harmoniosa permeia os Ensinamentos. A Luz

e as Trevas não estão em guerra. Quando eu entro em transe, meu

senso do meu corpo desaparece, o barulho e a dor cessam e eu estou

em uma escuridão aveludada, quente, sendo abraçada e segura; um

universo visionário que pode estarfora ou dentro do corpo. Quem sabe?

Parece muito pessoal e, no entanto, é muito, muito vasto.

 

Talvez essa imagem do Vasto Infinito diga tudo: E então há a beleza

da Luz! Uma beleza mais familiar que a Escuridão Divina onde, talvez por causa de metáforas culturais, poucas pessoas vão. Através dos Ensinamentos, cheguei a saber que a separação não é isolamento.

                                                                O fluxo da Vida está me carregando e eu posso fazer algo para ajudar                                                          o fluxo; Eu posso assumir a responsabilidade pelos meus pensamentos e                                                              ações e ver as coisas de maneira diferente.

 

                                                                Joseph nos diz que agora estamos entrando em um mundo onde

                                                        "Um ser humano verdadeiro é um ouvinte"

                                                        (do livro Ser e Vibração: Entrando no Novo Mundo p.12)

           

                                                                 É ao entrar no novo mundo, no mundo no mundo “paah nuu”, no 5º                                                               Mundo, que a dualidade, por muitos séculos um campo de batalha entre                                                               forças opostas na mente humana, se torna harmonia.

                                                         Ao cantar EEE (posicionamento), ouço que "o jogo está feito". A dualidade                                                           é um lugar para ser e a inocência infantil é encontrada aqui.

 

 

 

       

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

        As imagens deste artigo são das Cartas Visionárias Beautiful Painted Arrow: O Caminho da Estrada Vermelha (copyright © Joseph Rael).

        Elas foram sorteadas na Câmara de Paz Cave of Clay na primeira hora do ritual do solstício de de- zembro passado, quando foram colocadas com a face para baixo, um em cada uma das quatro direções. Nos minutos finais daquela hora, elas foram viradas, uma por uma, e seus nomes foram entoados na direção de cada uma, de modo que as vibrações que eles carregavam pudessem circundar o mundo. Uma quinta carta foi sorteada ao meio-dia do dia seguinte e, cantado para o centro, unindo o acima e o abaixo. Foi bastante surpreendente que elas tenham se manifestado tão claramente neste artigo, mas é assim que a Inspiração ressoa, é assim que as coisas acontecem!

 

************************************

 

Reintroduzindo níveis de metáfora em inglês

 

do livro Histórias e Ensinamentos da Tradição Nativa Americana de Joseph E. Rael, publicado pela Element Books em 1992         

 

(introdução de Stella Longland)

 

          No texto a seguir, do primeiro livro escrito por Joseph**, ele descreve como podemos redescobrir as dimensões da ressonância hoje em grande parte ausentes das línguas modernas. Ele nos dá dons da linguagem vibracional de Tiwa para ilustrar esses níveis e explica como podemos aplicá-los na fala cotidiana.

 

          Existem poucas línguas vibracionais e esta oportunidade é preciosa porque adicionar essas dimensões abrem as conexões entre o visível e o invisível, entre a superfície das coisas e a profundidade.da consciência.da seção intitulada 'Em Resumo', na página 99.

 

          “Na Introdução, expliquei que Tiwa é uma linguagem metafórica e que compará-la com a língua inglesa começou a me ensinar sobre as relações entre a metáfora e como se pode conectá-la a experiência cotidiana. Por exemplo, "Vá e traga o cachorro" quando falado em Tiwa ("qui kohl me") traduzido para: "qui" - vigilância; "kohl" - trazer para; "me" - ir buscar; ir daqui buscar e trazer para (eu) vigiar.”

 

          “Assim sendo quando as duas idéias são colocadas, eles traduzem assim:

            Experiência  (em Inglês) – Vá e traga o cachorro.

           Metáfora  (em Tiwa) - Ir buscar e trazer para (eu) vigiá-lo,”

 

          “Então, quando se pode ver através dos olhos do poeta, é possível encontrar os insights nas experiências cotidianas que podem levar a um novo significado.”

 

          “Outro exemplo que eu tento fazer é quando eu uso uma metáfora como 'Consciência para despertar' e a experiência física como 'Acreditar, Existir'.

 

           "De modo que a experiência real de ir buscar o cachorro é física na realidade comum, e a metáfora é a da explicação metafórica (poética) dele. Finalmente, quando alguém pode treinar a mente para pular de qualquer experiência para a metáfora, pode-se ter insights intencionais que sejam pertinentes aos objetivos pessoais ou universais.”

 

            "Consequentemente, vive-se cada momento com apenas um objetivo em mente, e é para estar à procura de novas percepções que saiam das experiências diárias.”

 

             ** Nota de rodapé: As ilustrações do livro de 1992 são de Martin Rieser e não obras de arte de                               Beautiful Painted Arrow.

 

************************************

 

Expressões de Gratidão para Kurt Wilt

 

Em seu artigo nesta edição, David Kopacz menciona um livro de Kurt Wilt, O Visionário, Entrando no Universo Místico de Joseph Rael (Beautiful Painted Arrow). Esperando não infringir direitos autorais, citamos aqui a resenha do livro na Amazon, escrito por Judith Cassidy.

 

         “Sinto ‘O Visionário’ intensamente pessoal, dirigido diretamente para mim.

Eu suspiro com alívio que essa ajuda chegou. E eu suspeito que qualquer

leitor atraído para ler este livro sentirá o mesmo, porque ele toca o nosso

Grande Eu, o Ser que desejamos ser, conscientemente, ativamente.”

 

        "A orientação aparece como fogos de artifício no coração, página após página,

iluminando a escuridão do meu espírito com novas constelações de asso-

ciações e impressões. Tenho o poder de perseverar enquanto as esperanças são

validadas com ressonâncias muito desejadas e raras. Eu sou cutucada e

encorajada a remodelar minha atenção onde precisamente necessário.”

 

        "Há muito aqui. Obrigado, joseph. Obrigado, Kurt.”

 

                                                             Vast Self é um livro de poesia de Kurt Wilt.

                                                             Alguns trechos da Amazon Review, de David Oliphant, são citados aqui:

 

                                                                     "Esta primeira obra de um ex-aluno surpreendeu e me                                                                                     surpreendeu. Mais surpreendente a princípio era o modo de lidar de                                                                     Kurt, incluindo rimas com o mesmo som em cada estrofe, como em um                                                                 maravilhoso poema intitulado ‘Raven as Town Crier’ (O corvo como                                                                       pregoeiro da cidade)”

 

                                                                     “Há uma série de poemas de Raven, inspirados por idéias indígenas                                                               em pássaros e outras criaturas. As observações de Kurt sobre a                                                                             natureza são originais em sua descrição, mas também em suas                                                                               respostas não sentimentais, mas cheias de valores espirituais. Cada                                                                     poema é uma delícia para a música e aptidão de sua linguagem.                                                                                           

                                                              Qualquer pessoa interessada em ler poesia comovente e instigante apreciará e ficará impressionada com este volume de Kurt Wilt.”

 

Ambos os livros foram publicados pela Millichap Books.

 

Kurt Wilt, faleceu em 2016. Ele foi professor de inglês na Saint Leo University, Flórida, EUA, especialista em misticismo comparativo e literatura nativa americana. Ele estudou com Joseph Rael por 25 anos e frequentou os workshops da Escola de Mistérios de Joseph no norte do Novo México. Obrigado, Kurt, por nos dar um precioso legado.

 

 

 ************************************

A Cornucópia da Abundância

 

do livro Ensinamentos Nativos e Arte Visionária, de Joseph Rael, p.35 & 37

 

          "O último passo em meu trabalho pela paz mundial foi anunciar o surgimento de uma nova vibração no cosmos. Essa vibração é a Cornucópia da Abundância.”

 

           “A abundância está chegando a todos nós que estamos vivendo na Terra neste momento e a nossos filhos, netos e bisnetos.”

 

            “Esta visão faz todo o sentido para mim, porque veio a mim em 2006, que foi o vigésimo quarto ano após a chegada da sólida visão da câmara de paz. Ela veio para completar o que foi iniciado com as sólidas câmaras de paz.”

 

            “Nos foi ensinado, na tradição do povo de meu pai em Picuris Pueblo, que quando a humanidade não pode fazer algo, então a energia celestial vem e a vibração celestial assume o que precisa ser feito. O que a visão significa é que houve uma grande mudança aqui.”

 

            “Da germinação das sementes virá o florescimento da mudança. Nós, seres humanos, temos sido enganados por tempo suficiente, e Deus veio para assumir. De agora em diante, vamos ter muito de tudo em que focamos e agimos. Se nos concentrarmos no conflito, teremos mais conflitos. No entanto, se nos concentrarmos na paz, teremos muita paz. Assim que nos concentrarmos em um objetivo, o universo nos levará nessa direção.”

 

           "A Cornucópia da Abundância está aqui agora e veio para ficar. Podemos começar a nos reconhecer como os verdadeiros pacificadores porque estamos vivos e estamos vivendo neste tempo como os povos das sociedades globais.”

           ************************************

A PRÓXIMA EDIÇÃO do Boletim Sementes de Paz está prevista para maio de 2019.

 

A questão incidirá sobre as Danças Visionárias de Beatiful Painted Arrw

Se você se sentir inspirado em contribuir com um artigo, se tiver informações para compartilhar, envie

um e-mail para stellalongland@btinternet.com  antes de 5 de abril de 2019,

 

As contribuições de qualquer pessoa que tenha estudado os Ensinamentos de Joseph através de seu trabalho publicado, em livros, obras de arte, arquivos de áudio e vídeos; através de suas cerimônias, a Long Dance, a Drum Dance, a Sun Moon Dance ou a Holly Bone Dance; através de cantar e trabalhar em uma Câmara da Paz; ou através da realização da Cerimônias do Fogo mensais são bem-vindas.  Podem ser enviados artigos acompanhado de fotos e imagens. O comitê editorial também estará buscando ativamente artigos. Em ambos os casos, o comitê editorial se reserva o direito de decidir se as colaborações serão incluídas.

 

Membros do comitê editorial

 

         Marina Budimir: marinabudimir@gmail.com                            Tom Bissinger: tomasbiss@gmail.com

         Kristen Bissinger: krisbiss601@gmail.com                                Rick Cotroneo: homica@nycap.rr.com

         Stella Longland: stella@peacechamber.co.uk                           Jane Innmon: peoplegardener@gmail.com

 

Política editorial

 

O Boletim Sementes da Paz procura conectar pessoas que amam e seguem os Ensinamentos de Joseph Rael, Beautiful Painted Arrow; criando um espaço onde as idéias e experiências geradas por seus dons podem ser compartilhadas; trazendo uma conexão mais profunda com os mistérios que ele nos convida a explorar; inspirando-nos, como indivíduos e como grupo, para alcançar o nosso maior potencial.

 

Aviso Legal

 

Nós nos esforçamos para publicar material preciso e pedir aos leitores que nos informem se algum dos fatos dados não está correto. No entanto, os pontos de vista expressos nos artigos são da responsabilidade pessoal do escritor e não são necessariamente dos membros do comitê editorial, nem mesmo do nosso professor, Joseph Rael.

 

Endereços de sites

 

Explore o Millichap Books: www.millichapbooks.com  e as páginas de Joseph Rael: www.josephrael.org

 

Acesse os Ensinamentos em Ação on-line de Joseph:

http://www.peacechamber.co.uk/visions/video-recordings/

 

E mais sobre as Câmaras de Som da Paz em: www.peacechamber.co.uk

 

Avisos de direitos autorais

 

Os direitos autorais se aplicam a todos os textos, imagens e fotografias, tanto desta publicação quanto através de copyrights existentes mantidos por indivíduos e organizações.

Para pedidos de permissão e consultas, entre em contato: stellalongland@btinternet.com

  • c-facebook

© Dançando a Luz