TAMBOR

 

  • O nome do tambor em Tiwa é “NA-MO-LO-NEY’ –

      “NA” significa “self” (você, o interior, ou seja, eu

      interior); “MO” significa “ver dentro dos profundos

      recessos do self, do eu interior”; “LO” significa

      “profundamente”; “NEY” significa “curar o eu

      interior e colocar-se num estado de sensibilização”.

 

  • O tambor é uma entidade viva que respira e não só

      um objeto. Quem está sentado ao tambor está sen-

      tado junto a um espaço divino.

 

  • Numa cerimônia o tambor é a entidade que conecta

      os dançarinos com a Mente Superior (A Divina Pre-

      sença).

 

  • O corpo humano é o micro do macrocosmo e, numa

      cerimônia, as pessoas dançam o passado, o presente

      e o futuro ao mesmo tempo.

 

  • A prática é a chave para um ótimo tocar. Os pratican-

      tes têm que tocar e cantar juntos as canções sagra-

      das até que cada um possa tocar e cantar cada uma

      das canções eles mesmos.

 

  • Numa dança, os tamboristas enviarão o que estiverem pensando para os dançarinos, que estão viajando pela Consciência Cósmica.

 

  • O local designado para o tambor é o centro do círculo da vida, o seu círculo sagrado. Todas as áreas da dança são locais sagrados e não devem ser tratados de outra forma.

 

OS CANTOS

 

  • A canção é uma prece que está sendo cantada evoz alta e não uma prece que está sendo feita em silêncio.

 

  • Na linguagem Tiwa, cada simples som é um sagrado som, uma sagrada palavra e não deve ser expressado simplesmente ao acaso; é, na verdade, uma canção sagrada.

 

  • Tocar e cantar é um trabalho divino porque se está cantando para a Mãe Terra e para o Pai Céu. A membrana do tímpano é usada para se elevar para o Pai-Mãe Criador.

 

 

UMA MEDICINA ANCESTRAL

 

 

  • Não são os tamboristas quem tocam o tambor... eles são tocados por ele... eles não cantam as canções... são as canções que os cantam...

 

  • É uma honra participar de um grupo de praticantes do tambor e tocar em cerimônias... uma medicina ancestral muito especial...

 

  • Dançar é uma religião para os Picuris-Tiwas porque pela dança as pessoas viajam nos braços do Criador para serem amadas e nutridas por Ele.

  • c-facebook

© Dançando a Luz